siga-nos noTwitter

sexta-feira, 3 de maio de 2013

COB contrata treinadora japonesa para reforçar judô brasileiro




Comitê Olímpico Brasileiro (COB) confirmou a contratação da treinadora japonesa Yuko Nakano para fazer parte da Seleção Brasileira de judô. Em parceria com a Confederação Brasileira de Judô (CBJ), o planejamento é reforçar o esporte para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. Yuko desembarca no Brasil nesta quarta-feira e já tem seu primeiro compromisso marcado. Entre os dias 13 e 17 de maio, ela estará com o grupo brasileiro no Centro de Treinamento Time Brasil, no Parque Aquático Maria Lenk, no Rio de Janeiro.

“Me sinto muito honrada por ter recebido este convite para treinar o Brasil. Estou muito animada para compartilhar cada segundo com os atletas e equipes, até atingirmos um grande sucesso na Rio 2016”, declarou a japonesa, que nos Jogos de 2012, em Londres, treinou a equipe britânica e conquistou uma medalha de prata e uma de bronze.

O COB pretende contratar mais dois treinadores estrangeiros. Além de Yuko, outros 31 treinadores de 19 nacionalidades atuam em 21 seleções olímpicas. Neste ano, o COB anunciou a contratação de Jesús Morlán, renomado técnico de canoagem.

Além do trabalho realizado com a Seleção Brasileira, Yuko participará de clínicas pelos principais centros de judô do Brasil. Enquanto não estiver em atividade com o elenco nacional, ela morará no Rio de Janeiro e treinará atletas locais que compõem o grupo brasileiro.

“Essa ação da Confederação Brasileira de Judô em parceria com o Comitê Olímpico Brasileiro, o grande gestor do esporte olímpico nacional, demonstra que as instituições estão trabalhando em ações positivas visando melhores desempenhos em 2016. A vinda da Yuko visa exatamente a preparação da seleção principal de judô a médio prazo. Só tenho agradecer ao COB por ter entendido essa necessidade do judô brasileiro e ter nos apoiado nessa iniciativa”, declarou Paulo Wanderley Teixeira, presidente da CBJ.

Marcus Vinícius Freire, superintendente executivo do COB, também comentou a contratação e os benefícios que ela trará ao esporte do país. “A valorização e a capacitação do trabalho dos treinadores nacionais e estrangeiros são alguns dos pilares do planejamento estratégico do COB para atingir suas metas em 2016. A Academia Brasileira de Treinadores é uma das iniciativas realizadas pela entidade neste sentido. Em outros casos, como no judô e na canoagem, o COB, em conjunto com as confederações, procura trazer treinadores estrangeiros que possam contribuir para o desenvolvimento do esporte brasileiro. Geralmente referências em seus países, estes profissionais têm a missão de agregar qualidade ao esporte nacional e ainda transferir conhecimentos para seus pares nacionais”.

Fonte Super Esporte: http://www.superesportes.com.br

Publicado pelo site Super esporte no dia 01/05/2013

0 comentários:

Postar um comentário