siga-nos noTwitter

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Pernambucanos garantem o Estado nas seleções brasileiras de base


Amanda e Gabriel foram campeões pan-americanos no mês passado pela seleção brasileira de base no judô

Diego Nigro/JC Imagem

Nas convocações da Confederação Brasileira de Judô (CBJ) para as seleções de base deste ano, a presença dos pernambucanos Gabriel Pinheiro, de 18 anos, Amanda Lima, de 14, e Emanuela Barbosa, de 16, têm ajudado a quebrar o domínio de atletas do Sudeste, sobretudo de São Paulo, nas duas categorias que irão renovar a equipe principal do País nos Jogos de Tóquio-2020. Gabriel vem representando o Brasil na seleção sub-21, na meio leve (66kg), enquanto Amanda e Emanuela estão na sub-18, entre as atletas da super ligeiro (40 kg) e médio (63 kg), respectivamente.
Amanda, líder do ranking nacional, e Emanuela, número 2 do Brasil, conquistaram a vaga na seleção sub-18 depois de vencerem a Seletiva Nacional de Base de 2013. Já Gabriel, que tinha sido o campeão da competição em 2012, não foi tão bem e acabou em quinto. Ainda assim, o judoca vem assegurando presença na equipe nacional sub-21 por ser o segundo no ranking da médio e ter conquistado medalhas no Circuito Europeu, o que atende o segundo critério de convocação da CBJ.
No início do ano, os três pernambucanos foram chamados para disputar as etapas do Circuito Mundial, realizadas na Alemanha. Amanda conquistou uma medalha de ouro e Gabriel um bronze. No mês passado, apenas os dois participaram do Campeonato Pan-Americano, em El Salvador, e foram campeões. Emanuela, por sua vez, vai ter uma nova oportunidade de buscar sua primeira medalha pela seleção brasileira de base durante o Campeonato Sul-Americano. A competição será sediada na Bolívia, mas ainda não tem data definida.
Leia mais na edição deste domingo (3) do Jornal do Commercio

0 comentários:

Postar um comentário